Warning: Duplicate entry '4623064' for key 1 query: INSERT INTO watchdog (uid, type, message, severity, link, location, referer, hostname, timestamp) VALUES (0, 'php', '<em>Function split() is deprecated</em> em <em>/home/monitori/public_html/forum/sites/all/modules/advanced_forum/advanced_forum.module</em> na linha <em>320</em>.', 2, '', 'http://www.monitorinvestimentos.com.br/forum/?q=node/1576', '', '54.166.141.12', 1529774440) in /home/monitori/public_html/forum/includes/database.mysql.inc on line 172
Ensaiando o adeus e deixando seu recado | Interatividade

Ensaiando o adeus e deixando seu recado

: Function split() is deprecated in /home/monitori/public_html/forum/sites/all/modules/advanced_forum/advanced_forum.module on line 320.
Ale
Posts: 203
Joined: 2009-02-23
User is offline
Ensaiando o adeus e deixando seu recado

'Não se muda juro e câmbio por decreto'

Agencia Estado

Em almoço fechado para 70 empresários da Câmara de Comércio França-Brasil, ontem, em São Paulo, o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, teria afirmado, segundo relato de pessoas presentes no evento, que sua permanência por oito anos à frente da instituição foi o bastante e que seu papel estará cumprido no fim desse período. Além disso, ele teria dito que "não é possível alterar os juros e o câmbio por decreto".

Segundo esses dirigentes de empresas, que pediram para não ser identificados, Meirelles reiterou que o próximo presidente da República não deve mudar as bases da política macroeconômica, como a busca da inflação baixa, o regime de câmbio flutuante e o rigor fiscal. Meirelles destacou que o Brasil é um País com economia estável e previsível e possui uma história de vários anos de estabilidade. Na avaliação de um empresário francês, o comentário de Meirelles sobre os juros teria sido uma crítica indireta ao governador de São Paulo, José Serra.

Em entrevista recente à revista Veja, o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (CE), afirmou que, caso Serra seja eleito presidente da República, ele vai alterar o nível dos juros e do câmbio. Esses comentários causaram um pouco mais de insegurança a um segmento de empresários para quem, se suceder o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o tucano seria "mais voluntarista" para mexer no câmbio e nos juros do que uma eventual administração de Dilma Rousseff.

O empresário que relatou a frase de Meirelles, por outro lado, não descartou que a afirmação do presidente do BC tivesse como destino o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que já fez várias críticas ao nível elevado da taxa básica de juros, a Selic, e da cotação sobrevalorizada do real ante o dólar dos EUA. Contudo, é notório o bom relacionamento público entre Mantega e Meirelles nos últimos tempos. O ministro da Fazenda chegou a ressaltar há uma semana, num evento, que, se a inflação subir e ameaçar a meta de inflação, os juros subirão.


Paulo
imagem de Paulo
Posts: 265
Joined: 2009-03-19
User is offline
Re: Ensaiando o adeus e deixando seu recado

A expectativa para a próxima reuniao do Copom não é justamente elevar os juros ?

Pelo menos é o que se tem lido recentemente.

 

Volcano
imagem de Volcano
Posts: 91
Joined: 2008-06-21
User is offline
Re: Re: Ensaiando o adeus e deixando seu recado

A pressão política é grande, podem conduzir a questão dos juros de forma responsável ou eleitoreira.

Opções de exibição de comentários

Escolha seu modo de exibição preferido e clique em "Salvar configurações" para ativar.