Aprendizados

Forex - Mercado de Moedas

08/10/2009


É Legal operar FOREX no Brasil? Segundo a própria cartilha da CVM:

 

"O primeiro ponto a ressaltar é que se trata de um mercado que realmente existe, ainda que virtualmente. Também não há ilegalidade em um brasileiro realizar um investimento no estrangeiro, que pode ser a aquisição de um instrumento financeiro ou até de uma casa, desde que sejam observadas as normas aplicáveis, inclusive as definidas pelo Banco Central do Brasil, assim como seja realizado através de instituições regularmente constituídas para o exercício da atividade."

 

FOREX realmente existe e não há nenhuma ILEGALIDADE em um brasileiro realizar investimentos.

 

"A CVM tem recebido diversas consultas e reclamações a respeito de operações no mercado FOREX, que existe no exterior e vem sendo ofertado a investidores brasileiros. Entre 2005 e 2008, como resultado de denúncias e pedidos de informação, foram abertos 104 processos administrativos, em sua maioria para investigação de esquemas estruturados para oferecer ao público brasileiro investimentos no exterior em mercados de moedas, utilizando sites na internet especialmente dedicados a tais operações."

 

- Isto é verdade, mas, a CVM não divulga os processos contra a própria Bovespa/BMF. estes devem ultrapassar 1000 processos abertos. Tenho um amigo que registrou um processo desde 2005 e até hoje não foi solucionado (entre outros que não é nem necessário citar). Ou seja, Bovespa e BMF também é falha!

 

NÃO EXISTE CORRETORA DE FOREX no BRASIL!!! No passado, foram abertas empresas que diziam ser "corretoras de Forex" no Brasil. Eram bandidos que levaram a grana de pessoas desinformadas que não buscaram seus direitos. Assim como existe a CVM, existem também diversos orgãos que legalizam tais corretoras, por isso, pesquise sempre antes de abrir uma conta.

 

Todas as corretoras internacionais possuem sites e logicamente, para você investir (especular) será necessário enviar dinheiro. Todos os brokers oferecem diversos mecanismos de envio e recebimento de dinheiro, inclusive Paypal (www.paypal.com), além de trabalharem com cartões de créditos. Isso é o mínimo necessário para poder investir lá fora.

 

"Entre esses riscos, está o de as ofertas públicas desses produtos não estarem sendo feitas de acordo com a regulamentação brasileira, por não terem sido registradas na CVM nem serem conduzidas por intermediários autorizados.". Ou seja, a cartilha está informando em relação a regulamentação nacional. Como supracitei, NÃO EXISTEM CORRETORAS DE FOREX no Brasil.

 

O que é Forex?

 

"A operação no FOREX envolve a compra de uma moeda e a simultânea venda de outra, ou seja, as moedas são negociadas em PARES, por exemplo: dólar e iene (USD/JPY). O investidor não compra dólares ou ienes, fisicamente, mas uma relação monetária de troca entre eles. O FOREX é um mercado em que são negociados, portanto, derivativos de moedas, ou contratos cujos ativos subjacentes são pares de moedas. Ele (o investidor) é remunerado, assim, pelas diferenças entre a valorização destas moedas. Como as cotações das moedas (dólares, euros, libras etc.) variam livremente, sob a influência de eventos políticos ou fatores econômicos, há um potencial para a realização de estratégias de investimento a fim de lucrar com essas flutuações. Esse mercado também permite a realização de estratégias de proteção (“hedge”) contra variações na taxa de câmbio, o que pode ser particularmente útil para quem possui receitas ou despesas afetadas pela cotação de determinada moeda, como exportadores, por exemplo. No caso de pessoas físicas, essa necessidade pode se manifestar quando elas sabem que terão uma despesa em moeda estrangeira em data futura."

 

O conteúdo em negrito nos dá a informação MAIS valiosa sobre o Forex. FOREX é o mercado mais complexo do MUNDO! Imagina, são governos comprando moedas de governos para equilibrar a economia do país. Nós, pequenos investidores/ especuladores, apenas tentamos lucrar seguindo a tendência.

 

O Forex REALMENTE EXISTE?

 

"O mercado FOREX existe de fato, sendo um dos maiores mercados do mundo (É O MAIOR DO MUNDO). Estima-se que sejam transacionados, diariamente, contratos representando volume total entre 1 e 3 trilhões de dólares. O FOREX é um mercado “virtual” e, portanto, não tem uma sede estruturada fisicamente em nenhuma parte do mundo – é justamente essa “informalidade” que pode representar riscos para o investidor. Ele é formado pelas transações entre as instituições financeiras que nele operam. O FOREX é, portanto, um mercado de balcão, já que as transações são realizadas diretamente entre as partes por telefone, sistemas eletrônicos e internet. Não há uma operação centralizada, mas uma rede entre as instituições. O Forex é operado 24 horas por dia, de forma quase ininterrupta, negociando quatro principais pares de moedas, ao redor do mundo. Desde Sidney (Austrália), passando por Tóquio (Japão), Londres (Reino Unido) e Nova York (EUA). Apesar de ser um mercado internacional, as corretoras que oferecem investimentos no FOREX são registradas nos órgãos governamentais dos países em que atuam, como nos EUA e no Reino Unido. No Brasil, até julho de 2009, não há ainda corretoras registradas na CVM que participem na oferta de Forex."

 

Está explicado: NO BRASIL NÃO HÁ corretoras registrada. ENTENDAM, FOREX NÃO É PROIBIDO. O que interpretam mal é que, pelo fato de não haver corretoras LEGALIZADAS no Brasil, isso não significa que FOREX é ilegal.


Quem opera Forex?

 

"O FOREX não se destina apenas a pessoas interessadas em realizar investimentos lucrativos. Na verdade, pessoas e empresas que tenham interesse em transacionar com divisas, como importadores e exportadores, também atuam nesse mercado para atender às suas necessidades relacionadas a moedas estrangeiras. Devido às suas características peculiares, no entanto, a maioria do volume negociado é de investidores, buscando lucrar ou especular. Os especuladores, para realizar suas estratégias em busca de melhor rentabilidade, procuram aquelas moedas mais líquidas, ou seja, mais negociadas, o que facilita a realização de suas operações. Inicialmente, este era um mercado restrito a bancos e investidores institucionais. Com a evolução tecnológica e a crescente globalização dos fluxos financeiros, o FOREX tornou-se acessível a investidores individuais que, usando a Internet, em diferentes países, têm acesso às transações."

 

Uma das maiores dificuldades é justamente a escolha de um broker sério e confiável. Infelizmente existem muitas empresas sem nenhum tipo de certificação, tornando seu investimento ainda mais arriscado.

 

 

Forex - Escolhendo a corretora

Por Paulinho Lamana, trader, e grafista de uma grande corretora internacional.

 


Com o objetivo de sanar algumas dúvidas e mostrar “o caminho das pedras” escrevo esse artigo.

 


É importante dizer que, mesmo com todos esses cuidados citados abaixo, não estamos livres de possíveis fraudes e prejuízos. Eu mesmo já sofri o golpe por trabalhar com uma corretora (até então séria e sólida) que não me entregou o que havia ganhado, cancelando meus trades e lucros. Por esse motivo não indico mais corretora nenhuma mesmo sendo a primeira ranqueada em sites de consulta.

 


1. Regulamentação e Fiscalização


É importante você saber se a corretora é regulada por algum órgão governamental. As corretoras reguladas normalmente trazem a informação em alguma parte do site, mas você pode consultar nos sites das agências reguladoras:

 


http://www.nfa.futures.org/ (USA)

http://www.cftc.gov/ (USA)

http://www.fsa.gov.uk/ (Reino Unido)

http://www.asic.gov.au/ (Austrália)

http://www.arif.ch/ (Suíça)

 


Informações sobre possíveis SCAMS em:

http://www.forexpeacearmy.com/

 

 

2. Estabilidade e desempenho da plataforma


Existe atualmente no mercado uma infinidade de plataformas de negociação para todos os perfis de investidor. O mais importante a meu ver é o tempo de resposta entre o envio e a execução da ordem! Verifique se a corretora consegue executar as ordens rapidamente e se a plataforma se mantém estável mesmo nos momentos mais voláteis.

 

 

3. Custos Operacionais


Veja qual é o modelo de cobrança da corretora (comissão, spread etc.). Veja se a corretora cobra por retirada, esses valores variam muito. Verifique também se a corretora cobra pelo uso da plataforma que escolheu para negociar e coloque tudo isso na ponta do lápis, esses detalhes podem fazer a diferença!

 

 

4. Cuidado com a armadilha dos bônus exorbitantes


Como diz um velho dito popular que “quando a esmola é demais o santo desconfia…”. É a pura verdade! Existem corretoras por ai que oferecem bônus exorbitantes no primeiro depósito (40%, 50%, 100%). Essa prática é muito comum atualmente. Atente-se para as condições de tais bônus em relação ao saque. Normalmente, para poder sacar o bônus, uma certa quantidade de lotes deve ser negociada dentro de um determinado período de tempo. Com isso o investidor (inexperiente) acaba “forçando” negociações para atingir o volume necessário para tal saque, aumentando consideravelmente sua exposição ao risco em troca de poucos dólares. Seja sensato e lembre-se que você vive em um mundo capitalista! Ninguém te da nada de graça!

 

 

5. Lotes mínimos negociados

 

Certifique-se de que o lote mínimo negociado na corretora que escolher é compatível com o seu depósito inicial. Não queira entrar numa corretora que oferece no mínimo para negociar o lote mini (10.000 unidades, $1 por pip) depositando 100 dólares, pois será impossível negociar com um bom gerenciamento de risco. Para iniciar, procure uma corretora que ofereça uma conta micro ou menos por lote.

 

 

6. Indicação

 

Como eu disse no início escolher um broker sério e confiável é a parte mais delicada, uma vez que todos seus esforços podem ter sido em vão.

 


Imagine você ficar noites em claro, passando um “calor” danado com uma posição negativa. Mas em função de sua habilidade em lidar com o mercado você consegue virar o “jogo” e sair com um bom lucro. Imagine ainda que esse estresse (em relação aos trades no prejuízo) se repita várias vezes ao longo do mês (o que é normal nesse mercado), mas no final dele você possa olhar para trás e dizer que o mês foi desafiador, porém lucrativo.

 


Aí numa bela manhã você levanta e decide sacar a grana suada! Ao abrir a plataforma percebe que todos os seus trades foram cancelados e seus lucros jogados ao vento! Posso afirmar com propriedade que é uma sensação horrível. Um misto de impotência, frustração, raiva etc.

 


Se você tem algum amigo que já opere Forex, ele é a pessoa certa para lhe indicar uma corretora. Mas antes certifique-se que ele já tenha sacado mais que o valor investido inicialmente, sem nenhum tipo de aborrecimento ou demora (além do prazo estabelecido pelos brokers que em média é de 5 dias).

 

 

 

 

Editado de postagens do BearNaked

 





Confira também o nosso FAQ (Questões mais Frequentes).