Aprendizados

AT: Tipos e Análises de Gaps

04/02/2009


 

Você já esteve preocupado com o que seria a causa de formação de gaps e o que eles significam?

 

Um gap é uma área no gráfico de preços onde não houve fechamento de negócios. Normalmente isto ocorre entre um pregão e outro, ou seja, entre o fechamento e um pregão e a abertura do outro. Várias causas podem justificar a formação de gaps, tais como notícias e fatos relevantes publicados após o fechamento do pregão, ou antes, da abertura do próximo pregão.

 

Se os lucros obtidos por uma empresa forem significativamente maiores do que o esperado, vários investidores podem colocar ordens de compra para o próximo dia. Isto pode resultar em um preço de abertura superior a máxima do pregão do dia anterior.

 

Já se os negócios se mantiverem acima do preço de abertura, um gap ficará aberto no gráfico daquele ativo. Gaps podem oferecer evidencia de que alguma coisa importante ocorreu aos fundamentos ou psicologia da massa que acompanham os movimentos do mercado.

 

 

GAP

 

 

Gaps aparecem com maior freqüência em gráficos diários, onde cada dia é uma oportunidade para criar um gap. Gaps em gráficos semanais e mensais são bem mais raros. Gaps podem ser subdivididos em 4 categorias básicas: Comum, Rompimento, Medida, e Exaustão. Vamos falar um pouco sobre as quatro categorias:

 

Gaps Comuns

 

Algumas vezes são referenciados como gráficos de área, o gap comum normalmente não está relacionado a eventos importantes. Na verdade, eles podem ser causados por um pagamento de proventos. Estes gaps são bastante comuns e usualmente são fechados rapidamente. A figura abaixo mostra dois gaps que foram fechados nos pregões subseqüentes. Notou que após o gap os preços caíram pelo menos até o início do gap? Este é o processo de fechamento de um gap.

 

GAPS COMUNS

 

Um gap comum ou de área normalmente aparece em uma congestão lateral, um retângulo, e reforça o aparente desinteresse pelo ativo naquele momento. Muitas vezes ele é causado simplesmente pelo baixo volume de negócios no ativo em questão.

 

Seja cuidadoso ao acreditar que estes gaps são boas oportunidades de negócio, mesmo sabendo que eles tendem a ser fechados em momento futuro.

 

 

Gap de rompimento

 

Para mim são os mais excitantes. Eles ocorrem quando o movimento dos preços está rompendo um retângulo ou outro tipo de área de congestão. Para entendê-los, temos de entender a natureza das áreas de congestão. Uma área de congestão é uma faixa de preço na qual o mercado esteve oscilando por algum período de tempo, usualmente algumas semanas ou mais.

 

A área próxima do topo da congestão normalmente é uma resistência. Da mesma forma, a área próxima ao fundo da congestão é um suporte. Para romper estes níveis o mercado requer entusiasmo de alguns participantes, principalmente dos compradores nos rompimentos de topo e dos vendedores nos rompimentos de fundo.

 

Volume deverá elevar-se significativamente, não apenas pelo entusiasmo daqueles que estão iniciando o posicionamento, como também por aqueles que estavam em posição contrária ao rompimento e se vêem obrigados a trocar de posição.

 

É preferível que o volume eleve-se apenas após a formação do gap de rompimento. Isto significa que a definição da direção do mercado tem maior chance de se manter e continuar na direção assumida.

 

O ponto de rompimento torna-se um novo suporte ou resistência dependendo da direção da fuga. Não caia na armadilha de pensar que este tipo de gap, se associado a um bom volume, será fechado em breve. Isto pode tomar tempo. Siga com o fato de que uma nova tendência está definida e posicione-se de acordo com esta tendência.

 

GAP de FUGA

 

 

Uma excelente confirmação para operar gaps é associá-lo com padrões gráficos clássicos. Por exemplo, se um triângulo ascendente subitamente é encerrado por um gap de fuga, operar este gap é muito melhor do que operar um gap de rompimento sem um padrão gráfico associado a ele. O gráfico abaixo mostra exatamente este comportamento de um gap de rompimento associado a um triângulo ascendente.

 

GAP de ROMPIMENTO

 

 

 

 

Gap de Medida

 

 

 

Gaps de medida são melhores descritos como gaps causados pelo interesse crescente no ativo. Para gaps de medida em uma tendência de alta, podemos dizer que ele foi formado por investidores interessados no ativo que não se posicionaram nele no início do movimento de alta e estavam aguardando por uma correção nos preços, percebendo que ela não iria ocorrer a pressão de compra provoca o gap.

 

Este tipo de gap de medida representa quase um estado de pânico/euforia nos investidores. E ainda, uma boa tendência de alta pode ter gaps de medida causadas por novos e significantes eventos que geram novos interesses pelo ativo.

 

GAP de MEDIDA

 

 

Gaps de medida obviamente também podem ocorrer em tendências de baixa. Isso geralmente representa aumento na liquidação de posições. Este evento pode tornar-se sério assim que aqueles que mantém o ativo entrarem em pânico e aumentarem a força de venda, mas vender para quem? O preço tem de continuar caindo para encontrar compradores. Uma situação nada confortável.

 

O termo gap de medida tem o sentido de tentar alertar que o gap tenha aparecido durante uma tendência em desenvolvimento, ou a meio caminho da tendência, durante o movimento em andamento.

 

 

Gaps de Exaustão

 

Gaps de exaustão são aqueles que ocorrem próximos do fim de uma boa tendência de alta ou de baixa. Eles são muitas vezes o primeiro sinal do fim do movimento em andamento. Eles podem ser identificados pelo alto volume e alta variação percentual nos preços. Eles podem ser facilmente confundidos com gaps de medida se o volume não for devidamente avaliado.

 

Isto é quase um momento de pânico instalado após uma longa tendência de baixa com pessimismo em alta. Vender todas as posições não é incomum nestes momentos. Gaps de exaustão são rapidamente fechados assim que ocorrer a reversão da tendência. Gaps de exaustão são provavelmente os mais fáceis de serem operados e exercer lucro sobre eles. Veja no gráfico que houve mais um dia com momento de alta antes da reversão da tendência que fechou o gap. O alto volume foi um indicativo de que ou um gap de medida ou de exaustão estaria sendo formado. Porém, devido ao tamanho do gap, e quase o dobro do volume, uma gap de exaustão seria melhor acomodado.

 

 

GAP de EXAUSTÃO

 

Conclusão

 

Existe uma frase antiga no mercado: os gaps serão eventualmente fechados no futuro. Enquanto esta afirmativa pode ter algum mérito para gaps comuns e de exaustão, manter posições aguardando fechamento de gaps de rompimento ou de medida pode ser uma literal devastação do investimento.

 

Da mesma forma aguardar os preços voltarem para fechar um gap pode significar nunca participar da tendência em andamento. Gaps são bastante significativos em gráficos de preços e não devem ser ignorados.

 

 

 

 

Colaboração: Arquivos pessoais do Bancotário

Créditos do texto original e gráficos: http://stockcharts.com/school/





Confira também o nosso FAQ (Questões mais Frequentes).